Acordes e cordas do violão, qual a sua relação?

Creio que a relação entre os dois esteja bem clara, pelo menos para a maioria das pessoas que está começando a aprender violão, certo?!

Mas se você ainda tem dúvidas e deseja se aprofundar no assunto, leia o post até o final pois irá descobrir exatamente a relação entre eles, além de aprender a tocar os principais (e mais fáceis) acordes do violão!

O que são acordes musicais

De acordo com a definição dada pelo Wikipédia, “Um acorde, na música, é qualquer conjunto harmônico de três ou mais notas que se ouve como se estivessem soando simultaneamente”.

Os acordes mais simples são chamados de tríades, onde somente três notas musicais são tocadas simultaneamente.  Porém, não é qualquer conjunto de três (ou mais) notas aleatórias que vai gerar um acorde musical harmônico e agradável de se ouvir.

Para se formar um acorde musical legítimo, deve-se também levar em conta a escala musical e o campo harmônico. Porém, não me aprofundarei nesses conceitos no momento, mas lhe garanto que não são essenciais agora, além de serem facilmente encontrados em pesquisas na internet.

Como entender um acorde no violão?

Considerando, então, que um acorde é a reprodução simultânea de três ou mais notas musicais, fica bem mais fácil transferir esse conceito, visualmente falando, para o violão.

Basicamente, você deverá entender quais são os dedos da mão utilizados para reproduzir os acordes e quais as casas em que eles deverão ser posicionados no braço do violão. E como saber quais dedos da mão utilizar? Muito simples. Para isso foi atribuído um número para cada dedo. Sendo o número 1 para o dedo indicador, número 2 para o dedo médio, número 3 para o dedo anelar e número 4 para o dedo mínimo. Veja na imagem abaixo.

Dedos da Mão no Violão

Já com relação ao braço do violão, a nomenclatura também é bem simples. Considerando um número para cada casa do braço, eles são contínuos contando a partir da primeira até a última casa, como no exemplo abaixo.

Casas do braço do violão

Principais (e mais fáceis) acordes para tocar no violão

Bom, se você pretende executar os acordes mais simples e fáceis do violão, também é válido ter uma noção sobre notas musicais e o nome das cordas, uma vez que cada corda representa uma nota musical. Caso ainda não tenha familiaridade com esse assunto, saiba mais nesse artigo, pois é importante para o entendimento do restante do post a partir daqui.

Assumindo então que você já sabe o nome das cordas e as suas respectivas notas musicais, fica fácil relacioná-las com os principais acordes musicais executados no violão.

Vamos aprendê-los, então, considerando as cordas do violão e a escala de Dó Maior. Se você não sabe o que é uma escala musical, não se desespere! Para executar os acordes você não precisa saber sobre escalas. Aprenda os acordes primeiro e execute-os incansavelmente, depois leia mais sobre escalas e se aprofunde um pouco mais sobre teoria musical.

Portanto, considerando o nome das cordas do violão e a escala de Dó Maior, apresentarei as seguintes tríades, que são acordes com três notas: Dó (C) – Ré (D) – Mi (E) – Fá (F) – Sol (G) – Lá (A) – Si (B)

Para executar o acorde Dó, posicione o dedo nº 1 na primeira casa da corda Si, o dedo nº 2 na segunda casa da corda Ré e o dedo nº 3 na terceira casa da corda Dó.

Para executar o acorde Ré, posicione o dedo nº 1 na segunda casa da corda Sol, o dedo nº 2 na segunda casa da corda Mi (aguda) e o dedo nº 3 na terceira casa da corda Si.

Para executar o acorde Mi, posicione o dedo nº 1 na primeira casa da corda Sol, o dedo nº 2 na segunda casa da corda Lá e o dedo nº 3 na segunda casa da corda Ré.

Para executar o acorde Sol, posicione o dedo nº 1 na segunda casa da corda Lá, o dedo nº 2 na terceira casa da corda Mi (grave) e o dedo nº 3 na terceira casa da corda Mi (aguda).

Para executar o acorde Lá, posicione o dedo nº 1 na segunda casa da corda Ré, o dedo nº 2 na segunda casa da corda Sol e o dedo nº 3 na segunda casa da corda Si. De uma forma mais didática, segue esse vídeo sobre os acordes mais simples do violão:

Pronto! Agora é só treinar!

Se você está se perguntando o motivo de não ter mostrado os acordes Fá (F) e Si (B), saiba que não foi por preguiça! Hehehe

Mas tratam-se de dois acordes que não são formados por tríades, e sim, utilizando pestana. Então esses ficam para a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *